Jornada Sentimental ao Calafate

Prefácio de Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza.

Fausto Glória Pena

Descrição do livro:

  • Com seu relato claro, beirando a poesia, o autor nos transporta ao passado e, em algum lugar mágico desse passado dos anos 50 e 60, as turmas de amigos se perdem (ou se encontraram?) em reviver sonhos e encantamentos. Digo turmas, e não tribos, pois estávamos longe de sermos os selvagens de hoje, sem generalizar, é claro. Época áurea do cinema, artistas inesquecíveis, festivais de música, grandes cantores e compositores, nacionais e internacionais, dos maiores futebolistas jamais vistos (Pelé e Garrincha). Foi nesses anos que o Calafate fervilhou e se consagrou entre os bairros mais tradicionais de Belo Horizonte, com seus bailes, festas juninas, horas-dançantes, blocos caricatos, encontros de jovens, enfim, toda uma gama de só coisas boas. Tempos onde imperavam o respeito e o romantismo, os namoros eram nos alpendres (ainda existe esta palavra?) das casas. Pegar na mão da namorada pela primeira vez, dançar de rosto colado e, depois de muita batalha, dar o primeiro beijo eram coisas que nos marcavem pelo resto da vida…

Luiz CarlosGrossi

1494334669264
Livro: Jornada sentimental ao Calafate. (Autor: Fausto Glória Pena )

Opinião:

4 stars.png

Alguns anos atrás eu ganhei esse livro em uma promoção. Não me recordo ao certo como ou quando ganhei, mas o prêmio foi válido, mais ainda a leitura.

  • Jornada sentimental ao Calafate vai além de uma simples leitura, é uma verdadeira viagem no tempo. Essa viagem é conduzida por uma narrativa incrivelmente descritiva do autor. Somos convidados a reviver momentos e memórias vividas por ele. Detalhes não somente pessoais como: infância, adolescência ou a vida adulta, mas também sobre um bairro cheio de histórias e casos, como é o caso do Calafate (bairro de Belo Horizonte – Minas Gerais).
  • No livro também é possível encontrar histórias e relatos de acontecimentos que ocorreram ao longo dos anos no espaço, como o desenvolvimento do bairro, modificações no entorno que refletiram não só na história de vida dele, mas também no espaço e na comunidade.
  • As experiências vividas e descritas são enriquecedoras. É sempre muito bom ver uma história de vida sendo contada e que abrange todo um contexto, com um ponto de vista muito interessante.
  • Lembro até hoje que durante a minha leitura, em um trecho do livro em que o autor descreve como era a festa de carnaval (se não me engano a respeito do tema), eu fiquei tão curiosa para saber mais detalhes que comecei a questionar meus familiares para contarem um pouco da experiência deles. Minha curiosidade gerou mais do que perguntas sobre o antigo carnaval de Belo Horizonte, mas a conversa tomou outros rumos que me fizeram descobrir novas histórias e casos de vida de outra geração.
  • Por amar escutar/ler relatos de pessoas, principalmente que envolva a interação e a ocupação do espaço, esse livro superou minhas expectativas. Para você que também gosta desse tipo de relato vai amar a leitura.

     Caso você tenha lido este livro, conte um pouco a respeito da experiência que teve com a leitura. Se você não leu, mas tem alguma sugestão de leitura, deixe nos comentários a sua sugestão.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s